Leia também

5 Tendências em Supply Chain

O conceito do Supply Chain Management ou simplesmente gestão da cadeia de suprimentos é um processo que visa promover o planejamento estratégico no fluxo de bens, serviços e tudo que for necessário para haver uma excelente relação entre empresa, fornecedor e cliente. 
 
A supply chain, assim como outras práticas dentro das empresas, também evoluiu com o tempo e com o surgimento de tendências que seguem o surgimento de novas tecnologias e conceitos

Assim reunimos algumas tendências que fazem uma importante diferença no modo de entender a cadeia de suprimentos na atualidade. Além disso, auxilia na modernização das empresas. 

Então, leia o conteúdo até o final! 

Visibilidade total da cadeia 

Principalmente por conta dos últimos dois anos de crise mundial, fez-se necessário enxergar a supply chain (cadeia de suprimento) em seu total. O que isso significa? 

Significa que você terá que visualizar a jornada da cadeia desde a compra, produção, negociação, transporte, entrega e até mesmo retorno desse produto. 

Essa visibilidade total da supply chain permite que gestores e colaboradores obtenham nitidez referente a processos de armazenamento, processamento de pedidos e expedição. Isso faz com que eles consigam identificar de qualquer problema com antecedência.  

E, lembra que falamos da cadeia de suprimento como um conceito que potencializa o planejamento estratégico? Pois bem, ao ter essa visão ampla, líderes e demais profissionais trabalham estrategicamente. 

Desse modo, evita-se problemas significativos e em relação à performance, como: 

  • Falta de produto; 
  • Níveis de estoque em excesso/desnecessários 
  • Atrasos; 
  • Desvantagem competitiva no mercado. 

Automação em processos importantes da supply chain 

O setor de logísticas é um dos que mais precisa de processos de automação e inteligência aplicada aos processos.  

Principalmente em relação à automação de tarefas, a supply chain precisa enraizar essa cultura da tecnologia nos processos, pois diminui erros humanos, agiliza atividades cruciais e libera os profissionais para serem mais estratégicos. 

Você, como líder, pode escolher se prefere uma cadeia semi-automatizada ou totalmente automatizada. Conforme também algumas variáveis, como capital, equipe, setor em que atua e outras. 

Nesse sentido, as empresas que aplicarem soluções envolvendo inteligência artificial (IA) ganharão ainda mais e farão com que a supply chain esteja tecnológica em 2022, principalmente porque ajuda na automação de processos. 

Além disso, aprimora o desempenho de softwares e soluções que fazem com que a cadeia de suprimentos ocorra de maneira automática. 

O ERP é um ótimo exemplo de sistema de automação que dinamiza bastante a rotina com seus módulos de logística, compra e venda, manufatura e outros. 

Mas também há tecnologias para necessidades extremamente segmentadas, como; 

  • WMS (Warehouse Management System); 
  • YMS (Yard Management System); 
  • TMS (Transportation Management System); 
  • OMS (Order Management System). 

Rede de fornecedores diversificada para cadeia de suprimentos 

Com tudo na vida, ter um plano B, C e demais planos é fundamental, para não correr tantos riscos. Mas, não confunda isso em não saber fazer escolhas, porque você tem algumas saídas. 

E isso vale para a suppy chain em relação a escolha de alguns fornecedores, diversificando as empresas que fornece matéria-prima. Isso faz com que a organização consiga ter um leque de opções. 

Além disso, a empresa tem uma divisão de investimento positiva, não focando apenas em uma modalidade. Ou seja, é a maneira mais inteligente de garantir lucratividade no dia a dia da Supply Chain. 

Portanto, ao falar em tendência da gestão de Supply Chain neste ano, uma rede diversificada de fornecedores é uma estratégia crucial. Inclusive, manter uma relação saudáveis com essas empresas, assim como deve ser com clientes. 

Estímulo ao trabalho integrado 

Além da integração de sistema, um trabalho integrado, com sinergia entre os membros da equipe, é uma tendência para supply chain. 

Pensando em alta performance, os gestores precisam investir nas habilidades comportamentais e estimular o envolvimento da equipe, fazendo com que os profissionais valorizem o trabalho em grupo e utilize procedimentos logísticos operacionais. 

Gestão voltada à sustentabilidade na supply chain 

Com certeza, as empresas estão cada vez mais voltadas a práticas sustentáveis, tanto por questões internas quanto externas, seguindo tendências mundiais. 

Neste sentido, é necessário que fornecedores e empresas sigam práticas que mitiguem impactos ambientais, sociais, reutilizando materiais, reduzindo impactos negativos em seus processos. 

Complemente sua leitura com “Tudo sobre Supply Chain: fique por dentro do assunto” 

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Assine aqui nossa news: conteúdos do mundo do RH.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Assine nossa newsletter

    Posts Relacionados.

    Comentários.