fbpx
Leia também

Gestão de custo aplicada ao estoque: veja como fazer

A Gestão de Custo, resumidamente, administra todos as despesas e investimentos que são necessários para a empresa exercer suas funções, produza e gere resultados. 

Essa atividade está atrelada ao planejamento estratégico dos negócios, dependendo da eficiência de gestores, colaboradores e utilização de tecnologia, que são pontos cruciais. Assim, a gestão de tudo isso contribui para a saúde financeira da organização

Então, como que o controle de estoque entra nessa história? Bom, a gestão de custo eficiente necessita que haja uma administração de estoque adequado. 

Portanto, isso significa ter um controle de gastos, investimentos, saídas e demais informações que garantem um controle eficaz! A previsão de despesas e aplicações é essencial para todas as entidades do setor da indústria. 

Por exemplo, imagine um negócio que não tem controle de seu estoque, que não tem conhecimento dos níveis de matéria-prima, produtos já finalizados e o que está em transporte. Seria inviável, certo? 

Esse cenário é preocupante. Por isso, investimento e gestão de custos e de estoque andam de mãos dadas. Ou seja, é imprescindível administrar e entender as informações. 

Portanto para compreender como a gestão de custo é aplicada ao estoque e como você pode fazer em sua empresa, leia nosso conteúdo! 

O que é gestão de custo? 

Como citamos no início, você consegue entender o conceito de gestão de custo rapidamente, pois, basicamente, consiste no gerenciamento de despesas da empresa

Mas, tenha atenção. Esse conceito não está apenas relacionado ao controle de gastos. Portanto, é necessário saber administrar as despesas do empreendimento e conseguir equilibrar pagamentos e fazer com que esses valores sejam reduzidos. Ou seja, ter estratégia e planejamento. 

Além disso outra tarefa importante é entender que custos significam todas as movimentações financeiras do dia a dia do negócio, que vai desde salário até compras, aluguel e outros. 

Portanto, você precisa saber quais são os gastos fixos e também as variáveis. Isso significa ter previsibilidade e controle quanto pode ser desempenhado para esses custos variáveis. 

Desse modo, esse controle precisa estar enraizado na cultura organizacional da empresa e na cabeça dos gestores como uma tarefa inadiável. Não tem como manter a saúde dos negócios sem essa gestão de custos. 

Sabe por quê? A taxa de empresas que fecham após poucos anos de abertas está maior. Conforme o estudo de 2018 feito pelo IBGE, mais de 70% das empresas fundadas no Brasil fecharam as portas em menos de dez anos de atividade. Preocupante, não é? 

E a mesma pesquisa também apontou que muitas delas que fecharam com menos de um ano de funcionamento aconteceu por falta de lucro.  

Lucro também uma questão que está envolvida com a gestão de custos, principalmente porque deve haver esse equilíbrio nos gatos, para haver rendimento, ganho, renda.

Gestão de estoque 

A gestão de estoque faz com que gestores e colaboradores consigam atender as demandas da indústria/empresa constantemente. Assim, é possível haver o equilíbrio entre vendas e produção e transporte. 

Inegavelmente, as empresas conseguem obter benefícios importantes, que promovem o bem-estar financeiro, dos colaboradores e continuidade dos negócios. 

Entre os benefícios mais comuns que podemos listar, estão: 

  • Redução de desperdícios; 
  • Melhor processo de compra; 
  • Planejamento financeiro controlado; 
  • Melhor alinhamento dos setores da empresa. 

Algumas rotinas do controle de estoque 

  • Previsão da demanda; 
  • Monitoramento do estoque no ERP; 
  • Planejamento do armazém; 
  • Organizar o armazém; 
  • Otimiza a utilização dos recursos; 
  • Organizar clientela e fornecedores. 

Gestão de custo e custos de estoque? 

O custo de estoque se trata do cálculo que os profissionais realizam para medir o investimento necessário para manter um estoque. 

Para isso, os profissionais devem fazer o cálculo do estoque, conforme volume e valores com o custo de oportunidade, ou seja, o que a empresa perde ao ter capital investido em estoque, em vez de aplicar em outras atividades financeiras. Sendo assim, o custo do estoque envolve: 

  • Processamento; 
  • Armazenagem dos produtos e insumos; 
  • Custo de falta; 
  • Carregamento de estoque; 
  • E outros. 

Como calcular o custo de estoque? 

Assim como citamos, os custos de estoque estão relacionados a todos as despesas envolvidas. Portanto, para fazer o cálculo os custos totais de estoque, você vai somar três variáveis: 

  1. Custos dos pedidos: refere-se a todos os custos envolvidos nas ordens; 
  1. Ajustes: quando há um ambiente de produção, que adicionamos custos dos ajustes; 
  1. Manutenção do estoque: gastos de capital, espaço e riscos existentes. 

Assim, fica: 

Custo do pedido + Custo Total de Ajuste + Custo de Estocagem = Custo Total de Estoque. 

Leia também: Como reduzir o custo contábil? Aprenda a aplicar na sua empresa 

Tecnologia aplicada à gestão de custo do estoque 

 Em conclusão, a tecnologia está agregada a praticamente todos os processos empresariais na atualidade, na gestão de custo aplicada ao estoque não seria diferente.

Dessa forma, podemos enfatizar o ERP – Enterprise Resource Planning, que trabalha com módulos, inclusive, de Suprimentos, Gestão de frotas, Vendas e distribuições e outros que são indispensáveis para a gestão do estoque. 

O controle do estoque baseado numa gestão estratégica faz com que as empresas estejam organizadas e consigam obter lucros, decerto fazendo com que continuem funcionando. 

E justamente esses softwares de armazenagem, vendas e transporte gestores e profissionais não abrem mão, pois conseguem desempenhar atividades cruciais, como: 

  • Mapa de cotação; 
  • Controle e acompanhamento do status das requisições e pedidos de compras; 
  • Integração com Financeiro e Contabilidade; 
  • Rastreabilidade de frota; 
  • Gestão de Tabela de Preços; 
  • Controle de contratos; 
  • Previsão de demanda. 

Entre outras tarefas que fazem com que a gestão de custo seja eficiente, principalmente em relação aos trabalhos das pessoas, que fica muito organizado. 

Conheça os módulos da StarSoft Application 

O StarSoft Application é o ERP da StarSoft, um sistema de gestão empresarial que auxilia no gerenciamento desde o setor financeiro até fiscal, suprimentos, vendas, frota, estoque e outros módulos que se comunicam e fazem com que as áreas estejam integradas. 

Os módulos da StarSoft auxilia diretamente na gestão de custo aplicada ao estoque, pois faz com que as tarefas sejam automatizadas, assim, diminui-se os erros, acelera processos e gestores conseguem melhor aproveitar os profissionais de maneira estratégica. 

Para saber mais sobre nossas soluções, fale com um de nossos especialistas, que vai te ajudar a mapear suas necessidades e verificar como pode melhorar a gestão de custos de estoque da sua empresa! 

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Assine aqui nossa news: conteúdos do mundo do RH.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Assine nossa newsletter

    Posts Relacionados.

    Comentários.