fbpx
Leia também

Inteligência artificial na cadeia de suprimentos 

A inteligência artificial é um recurso que cada vez mais está associado a operações nas empresas, inclusive na cadeia de suprimentos (supply chain). 

Conforme analistas da Reuters, o mercado de novos serviços de tecnologia focados em cadeias de suprimentos pode valer mais de 20 bilhões de dólares por ano. Essa análise vale para os cinco anos. 

Por conta da capacidade de aumentar a automação e proporcionar inúmeros benefícios para os setores, hoje vamos abordar a utilização da inteligência artificial na cadeia de suprimentos, como funciona, sugestões e vantagens.  

Portanto, leia este conteúdo completo e comece aplicar a ferramenta no dia a dia da sua organização. Confira! 

Relembre detalhes da cadeia de suprimentos 

Também chamada de Supply Chain, a cadeia de suprimentos é um conceito que visa garantir que um produto seja corretamente entregue ao cliente.  

Por isso, está integrado à logística e se relaciona a todas as empresas e parceiros que estejam envolvidos em processos de insumos, abastecimento de matérias-primas, armazenamento e envio dessas entregas para o consumidor final. 

Ou seja, é a administração de recursos que envolvem a integração entre as etapas de supply chain, como bens, serviços e finanças, de maneira ordenada e interligada. Com isso, eleva-se a satisfação do cliente. 

O que é inteligência artificial? 

Para entender facilmente, você pode compreender a inteligência artificial (IA) como um recurso que funciona por meio de máquinas ou sistemas, com intuito de imitar a inteligência humana na execução de tarefas. 

E essas ferramentas baseadas em AI podem se aprimorar conforme coleta informações ao longa de seu trabalho. Por isso que agregar outras tecnologias, como computação em nuvem, é importante para esse processo. 

Então, aqui está alguns exemplos de como a inteligência artificial se manifesta: 

  • Chatbots usam a IA para atendimentos iniciais com clientes; 
  • Automatização de e-mails; 
  • Sistemas para análise de informações de grandes conjuntos de dados; 
  • Mecanismos de recomendação automatizadas. 

Portanto, compreenda que a inteligência artificial está relacionada a processos e capacidade de análise de dados.  

E tenha em mente que essa tecnologia não pretende substituir os seres humanos, mas sim melhorar significativamente habilidades e contribuições humanas. 

Leia também: 5 Tendências em Supply Chain 

Como aplicar Inteligência artificial na cadeia de suprimentos 

Como a inteligência artificial visa melhorar a capacidade dos processos e trabalha a partir da coleta e análise de dados. Por isso, consegue se antecipar estrategicamente com decisões adaptadas ao que pede cada momento, principalmente em relação à cadeia de suprimentos, em termos de compras e ordens de produção.  

Assim, a AI aplicada ao Supply Chain resulta em entregas precisas, redução de mercadoria parada em estoque e, ainda, diminui as chances de desperdício de matéria prima, insumos e outros. 

Portanto, a seguir, confira alguns exemplos de aplicações de inteligência artificial na cadeia de suprimentos! 

Previsão de tendência de consumo 

Na área de logística, a inteligência artificial utiliza um outro recurso que é o Big Data. Isso ocorre porque cruza informações internas, como histórico, dados extraídos, redes sociais ou outras fontes. 

Desse modo, o sistema baseado em AI consegue antecipar comportamento da demanda, fomentar a logística preditiva, evitar falta ou excesso de estoque e, consequentemente, mitigar o desperdício de recursos. 

Transporte e percursos mais eficientes 

Como a inteligência artificial consegue analisar e melhorar processos, a área de transporte também é afetada positivamente, principalmente pela capacidade de registrar todo o percurso e movimentos. 

Por conta dessas funcionalidades, o recurso processa os dados e organiza os movimentos. Além disso, também atua com: 

  • Gerenciamento de frotas de transporte de carga; 
  • Interpretação e incorporação de informações de tráfego; 
  • Atualização de sistemas locais; 
  • Correção de rota em tempo real. 

Leia: Operação logística: conheça o processo, como aplicar e benefícios 

Automação do armazenamento 

Armazéns automatizados são um dos maiores motivos para a aplicação da inteligência artificial na cadeia de suprimentos. O motivo é muito claro: combinação de robótica e sistema de gerenciamento. 

Juntos, realizam integração em dois setores importantes, que são transporte e armazenamento. Assim, gera padrões, análise contínua, otimização de recursos e correção de problemas, caso ocorram. 

ERP inteligente na cadeia de suprimentos 

Enterprise Resource Planning, ou seja, o ERP, como já explicamos, é um software especializado em gestão empresarial.  

Quando o ERP é combinado com inteligência artificial, ele se torna um “ERP inteligente”. Então, sua aplicação no supply chain integra os processos de todo o fluxo de trabalho, organiza as informações e analisa os dados. 

Além disso, esse sistema inteligente consegue “aprender” padrões de comportamento da cadeia de suprimentos conforme atuação dos setores e, assim, otimiza a produtividade a partir desses dados e integração ao trabalho dos profissionais. 

Um exemplo de ERP que integra recursos inteligentes é o StarSoft Application, que trabalha com módulos de Gestão de Frotas, Suprimentos, Manufatura e Vendas e Distribuições. 

O ERP da StarSoft consegue proporcionar: 

  • Planejamento de produção com base nos dados; 
  • Controle de materiais; 
  • Automatização de compras; 
  • Gestão de estoque; 
  • Controle de contratos; 

E demais tarefas que são essenciais para o perfeito funcionamento do fluxo de trabalho do supply chain. 

Para conhecer o software de gestão empresarial da StarSoft, converse com um de nossos especialistas e saiba como o ERP inteligente pode otimizar a cadeia de suprimentos da sua empresa! 

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Assine aqui nossa news: conteúdos do mundo do RH.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Assine nossa newsletter

    Posts Relacionados.

    Comentários.