fbpx
Leia também

O que é gestão de importação

O Brasil é o 29º país que mais realiza transações de importação no mundo. Entre variados produtos manufaturados, medicamentos, combustíveis, minérios e peças para automóveis, nosso país vem desvendando os inúmeros benefícios da entrada de produtos originários de outros países.

Se a sua empresa importa, ou você pretende implementar esse tipo de aquisição para o seu negócio em breve, é hora de conhecer o que a Gestão de Importação pode fazer para te auxiliar.

Por isso, trouxemos no post de hoje tudo o que você precisa saber sobre esse tipo de administração. Quer saber mais? Continue acompanhando o texto!

O que é Gestão de Importação?

Os negócios de importação são excelentes oportunidades para a expansão dos horizontes para empresas brasileiras. Infelizmente, gerir essas transações pode se tornar um processo burocrático e complexo se o responsável não tiver noções de como funciona o comércio exterior.

Além do mais, falhas cometidas nesse processo podem acarretar em prejuízos para a empresa. Deixando ainda mais clara a importância de deixar esse trabalho nas mãos de alguém que saiba do assunto para que a empresa não feche as portas para o comércio internacional.

No meio da alta competitividade do mercado, é preciso pensar em fatores essenciais para garantir o sucesso. A negociação da taxa de câmbio, o estudo, a realização do fechamento da melhor forma de transporte e a escolha do despachante certo são alguns dos pontos que você precisa se atentar.

Obviamente, outras questões devem ser postas na mesa para serem suas prioridades. Então, questione:

  • O prazo final do seu projeto;
  • O tempo livre do seu time container;
  • A competitividade do frete negociado e a melhor opção;
  • Quem está realizando o fechamento dos custos;
  • Se o seu preço de venda está considerando todos os custos incidentes na operação.

Mas qual a importância de pensar nisso tudo?

Ao englobar todas essas questões, você economizará tempo e dinheiro. Pois uma carga parada no porto pode ter cobrança de demurrage (taxa de atraso). Assim como pode lhe ser cobrada uma taxa extra de armazenagem se hoiver um único dia de diferença na realização dos seus processos.

Ademais, um frete alto também implicará num impacto negativo nos valores dos impostos pagos na importação, bem como se sua empresa não estiver considerando os custos reais, sua margem de lucro pode – e provavelmente irá – ser muito prejudicada.

Como funciona a Gestão da Importação

Para fazer a gestão do comércio exterior, é preciso considerar vários fatores: O Mercado, Custo, Pedido, Liberação e Fechamento, ou a sigla MCPLF.

Isso significa que, quando se trata de mercado, é preciso você analisá-lo em todos os aspectos que podem afetar o seu negócio. Além de analisar a qualidade do seu produto, a eficiência do seu fornecedor – se ele está entregando os produtos no prazo, por exemplo -, entre outros fatores.

Ao custo, cabe um papel de suma importância nesse processo, já que ele é responsável por fazer que a sua operação ocorra  da melhor forma possível. Evitando ao máximo custos surpresas e desperdícios e, enfim, chegando ao pedido.

Por sua vez, o pedido é a colocação da sua ordem dentro da fábrica, o fechamento do câmbio, a previsão de tempo que irá demorar o processo, o contato com o agente de carga e previsão de entregas. Tudo isso para evitar perdas de tempo entre o processo do pedido até a chegada dos produtos importados.

Já na liberação, é importante contar com um despachante que você confia e que esteja alinhado com a sua operação e com o seu produto. Isso garante que na hora da liberação pela Receita Federal, nenhum impedimento possa atrapalhar e comprometer o seu processo como um todo.

Depois, é só receber o produto na sua empresa e dar início ao fechamento. Infelizmente, muitas empresas não dão a devida atenção a essa fase, mas ela é muito importante para que você tenha em mão todos os dados de maneira organizada e clara de toda a operação.

Isso tudo não só para o seu controle interno, mas também caso a Receita Federal venha a questionar ou solicitar posteriormente.

Com isso, a importação da sua empresa estará, de fato, sendo gerida da melhor forma possível. Sem enroscos, sem desperdícios e, principalmente, fazendo você colher os inúmeros resultados positivos que esse processo tem a oferecer para a sua empresa.

Conheça as soluções da Starsoft para a sua gestão

Visando descomplicar seus processos de importação e transformar a gestão da sua empresa, a Starsoft desenvolveu uma ferramenta para acompanhamento e gerenciamento que operacionaliza do pedido de compra até a chegada das mercadorias no depósito da empresa.

Além disso, também consolida todas as informações dos processos de importação em uma única base de dados cuidadosamente modelada, mantendo as informações integradas e com fácil acesso online.

Com a ferramenta, o usuário tem o auxílio em operações, como, por exemplo, no preenchimento e registro de declarações de importação (DI’s), notas fiscais (entrada e complementar) e guias de ICMS, proporcionando a máxima integração e agilidade na preparação dos documentos legais.

Quer saber mais? Clique aqui e conheça agora mesmo melhor essa solução.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Assine nossa newsletter

    Compartilhe:

    Share on facebook
    Share on twitter
    Share on linkedin

    Assine nossa newsletter

      Posts Relacionados.

      Downsizing

      Downsizing

      Em qualquer negócio, você tem vários custos diferentes reduzindo lentamente seus resultados financeiros. Custos diretos

      ver mais

      Comentários.