fbpx
Leia também

O que é Gestão Fiscal?

A gestão fiscal é fundamental em qualquer negócio, independente do porte ou segmento. Tanto que não dar a devida atenção a este aspecto pode acabar levando muitas empresas à falência. Descubra, no post de hoje, tudo sobre este assunto e sua importância.

Gestão Fiscal – o que é?

Quando falamos em gestão fiscal, nos referimos a uma série de medidas administrativas que buscam cumprir as obrigações tributárias da empresa.

Já estas obrigações tributárias, dentro da gestão fiscal, podem ser classificadas em duas modalidades: as fundamentais e as acessórias. Sendo que:

Obrigações principais

No Artigo 113 do Código Tributário Nacional está descrito:

“A obrigação tributária é principal ou acessória.

  • 1º A obrigação principal surge com a ocorrência do fato gerador, tem por objeto o pagamento de tributo ou penalidade pecuniária e extingue-se juntamente com o crédito dela decorrente.”

Envolvem, portanto, o pagamento de impostos, taxas e contribuições, o que é essencial para manter-se em dia com o Fisco. Como por exemplo o CSLL (Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido), o COFINS (Contribuição para Financiamento da Seguridade Social). Bem como o IRPJ (Imposto sobre a Renda das Pessoas Jurídicas). 

Obrigações acessórias

As obrigações acessórias variam dependendo do regime tributário de cada empresa, assim como a atividade que exercem, em alguns casos. 

Basicamente, seu objetivo é acompanhar o cumprimento da obrigação fiscal, disponibilizando ao fisco dados que comprovam o pagamento das obrigações principais.

Em outras palavras, as obrigações acessórias são compostas pelas declarações compostas pelos rendimentos da empresa. Assim como os impostos apurados, a parte trabalhista e previdenciária (movimentação de empregados na folha de pagamento, encargos gerados pela remuneração, etc).

Dentro do regime de Lucro Real e Lucro Presumido, as obrigações acessórias mensais são:

  • Escrituração Fiscal Digital (EFD)
  • Escrituração Fiscal Digital Contribuições (EFD Contribuições)
  • Escrituração Contábil Digital (ECF)
  • Declaração de Débitos Tributários Federais (DCTF) 
  • Declaração Eletrônica de Serviços (DES) 
  • Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF)
  • Guia de Informação e Apuração do ICMS (GIA) 
  • Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social (Sefip/Gefip)
  • Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – (Caged)
  • Declaração do Imposto sobre a Renda Retida na Fonte (Dirf)
  • Relação Anual de Informações Sociais (Rais)
  • Sistema Integrado de Informações sobre Operações Interestaduais com Mercadorias e Serviços (Sintegra).

No caso das empresas optantes pelo Simples Nacional, as obrigações acessórias são as seguintes:

  • Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais (Defis) – Deve ser entregue na data limite de 31 de março de cada ano
  • Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte (Dirf) – Enviada todos os anos para empresas que fazem a retenção do imposto de renda na fonte
  • Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) – Imposto calculado sobre o faturamento mensal da empresa
  • Declaração de Substituição Tributária, Diferencial de Alíquotas e Antecipação (Destda) – Obrigação para micro e pequenas empresas, cobrada mensalmente. Visa realizar o recolhimento do ICMS das diferenças de alíquotas entre os Estados. 

A gestão fiscal deve ser levada a sério e realizada cuidadosamente. Isso porque, ao não cumprir as devidas obrigações, a empresa está sujeita à multas e penalidades.

Automatização da Gestão Fiscal

No cenário atual, é impossível realizar a gestão fiscal de forma analógica. É necessário contar com sistemas robustos para tornar os processos mais ágeis, precisos e seguros. 

Como o StarSoft Applications® Gestão Fiscal, um sistema que permite o cumprimento rigoroso das legislações brasileiras. Nele, você encontra módulos dedicados à NF-e (Nota Fiscal Eletrônica) e ECF (Escrituração Contábil Digital). 

As obrigações fiscais também possuem módulo específico dentro do sistema, especialmente desenvolvido para controlar e reduzir custos e riscos fiscais. 

Entre em contato para conhecer melhor o StarSoft Applications Gestão Fiscal e o quanto ele pode agregar à sua empresa. Você também pode preencher o formulário para solicitar uma demonstração.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Assine nossa newsletter

    Compartilhe:

    Share on facebook
    Share on twitter
    Share on linkedin

    Assine nossa newsletter

      Posts Relacionados.

      Downsizing

      Em qualquer negócio, você tem vários custos diferentes reduzindo lentamente seus resultados financeiros. Custos diretos

      ver mais

      Comentários.