fbpx
Leia também

Redes sociais no trabalho

A popularização da internet mudou a forma como as pessoas se relacionam.

As redes sociais são grandes protagonistas dessas mudanças, afinal, por meio delas, o compartilhamento de informações e a maneira pela qual nos comunicamos transformou-se em um processo instantâneo.

Hoje, o Brasil é o maior consumidor de conteúdo online da América Latina. Estima-se que 74% de nossa população possua, ao menos, 1 conta ativa no Facebook As últimas pesquisas ainda demonstram como o trabalhador médio passa 1,5 hora por dia utilizando as redes sociais, resultando em 7.5 horas por semana, mais de 30 horas por mês e 390 horas desperdiçadas por ano com o uso apenas no ambiente de trabalho. Isto é, o estudo não contabiliza outras interrupções regulares, agora adaptadas para o ambiente home office, como as pausas para bate-papo, as reuniões remotas, as responsabilidades individuais, a interrupção de familiares, tempo de almoço entre outros.

Dados gerados pelos veículos de comunicação revelam que a maior parte dos colaboradores entrevistados relatam uso de redes sociais no trabalho. E, apesar do fato de um grande número de empresas proibirem seu uso, com políticas específicas, as redes sociais se mantêm fortemente presentes durante a jornada diária.

Contudo, ao mesmo tempo, muitos trabalhadores oferecem às empresas benefícios diretos quanto ao uso próprio nas redes sociais, tais como a propaganda gratuita e a expansão da rede de contatos da empresa por meio de seu conteúdo próprio. Plataformas como Twitter e Facebook têm sido comumente considerados locais de sucesso para criar conexões mais profundas com consumidores e parceiros.

Então, não seria um erro limitar o uso de redes sociais no trabalho apenas para o lazer ou fins pessoais?

Hoje, entender as redes sociais além do uso para entretenimento é visualizar uma ferramenta acessível para fortalecer as relações de trabalho, apoiar o processo de tomada de decisão, ajudar colaboradores a mostrarem suas ideias, compartilhar feedbacks e solucionar problemas de comunicação. É uma decisão difícil para todos os empregadores e gerentes, pois existem muitos ‘’e se’’ e ‘’por que não’’ neste debate.

Por isso, nós destacamos neste artigo um pouco mais sobre as vantagens e desvantagens de um ambiente do qual as redes sociais façam parte da rotina dos colaboradores. Dessa forma, você pode consultar este guia para tirar suas dúvidas antes de permitir seus colaboradores a fazerem uso delas!

Redes sociais no trabalho | Educar é a solução

As redes sociais devem ser permitidas em meu local de trabalho? Ou é mais fácil que a minha empresa bloqueie o acesso de todos?

Bem, nos primeiros dias da popularização das redes sociais, esta era uma pergunta válida. Afinal, toda nova tecnologia gera uma curiosidade incessante e seu uso é difundido rapidamente, criando um ambiente de inquietação. Mas, hoje em dia, as redes sociais no ambiente de trabalho são praticamente ferramentas de dados que facilitam a nossa vida.

Se você possui uma empresa, deve já ter prestado atenção na frequência pela qual os seus colaboradores buscam as redes sociais diariamente – geralmente, por meio de seus smartphones. E, isso ocorre independentemente de sua empresa ter ou não uma política em vigor sobre esse assunto. Também existem os cenários onde as redes sociais estão inerentemente ligadas ao negócio, pois por meio delas, é mais fácil compartilhar o seu conhecimento com o público.

Portanto, o bloqueio das redes sociais nos dias de hoje é, improvavelmente, a resposta correta para o seu negócio. Por isso, apontar as vantagens e desvantagens de flexibilizar é essencial:

Das vantagens das redes sociais no trabalho

O envolvimento de seus colaboradores irá aumentar

Pequenas pausas para o acesso às redes sociais fornecem picos de bom humor e criatividade, sentimento potencial para melhoria do engajamento entre colaboradores. Dessa forma, eles se sentiram fortalecidos e felizes, algo que os fará se sentir valorizados. Pesquisas já mostraram como colaboradores felizes são mais leais e satisfeitos com seu trabalho, resultando em aumento da produtividade final.

As relações de trabalho se fortalecerão

Ter um colega de trabalho em suas redes sociais desempenha um papel gigantesco na forma como seus colaboradores, gerando relacionamentos mais saudáveis e abertos a opiniões, feedbacks e aconselhamentos.

É a maneira mais simples de estimular contato entre eles e ajudar a trocar ideias e melhorar a interação do trabalho, mesmo que este esteja ocorrendo remotamente. Conexões positivas tornam a visão do trabalhador sobre sua empresa positiva também!

Sua marca é impulsionada

Ao permitir que seus colaboradores postem coisas interessantes sobre sua organização, você gera conteúdo consciente e realista sobre o seu negócio.

O Linkedin é um excelente exemplo de site para criar um ‘’burburinho’’ positivo em relação à sua empresa, transmitindo a cultura de sua empresa e atraindo talentos que se integram bem ali dentro. É o valor do seu negócio posto em evidência para todos!

Das desvantagens

Diminuição da produtividade

Muito de tudo é perigoso e as redes sociais não são exceção. Muito tempo de trabalho é perdido durante os acessos online. Além disso, gastar muito tempo nas redes sociais desvia a mente do trabalho, reduzindo a produtividade a todo tempo.

É necessário ser capaz de manter um equilíbrio preciso entre incentivar o uso das redes sociais no trabalho de maneira produtiva e que ofereça relação com o trabalho.

Riscos

Hacking, vírus e golpes são os mais comuns dos riscos acumulados pelo tempo de permanência nas redes sociais.

Além disso, colaboradores com más intenções representam uma ameaça significativa aos dados pessoais, semelhante aos criminosos cibernéticos!

É um local de falhas

Comentários e postagens irresponsáveis espalham-se como virais e podem destruir a reputação de uma organização em segundos. Isso pode irritar seus clientes e causar indignação pública contra você.

Existem inúmeros exemplos de falhas sobre o uso de redes sociais no trabalho que fizeram pessoas demitidas e arruinaram empresas dos quais não cabem neste artigo.

Educar é a solução

Estabelecemos hoje neste artigo como as redes sociais são uma ferramenta poderosa no trabalhando, levando pontos como o engajamento da equipe e a produtividade do funcionário em consideração. Mas, também sabemos como este é um ponto discutível – afinal, elas já estão no local de trabalho, quer os líderes da empresa gostem ou não.

Portanto, a questão é como aproveitar o melhor das redes no local de trabalho. Quais são as suas atuais políticas neste momento?

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Assine nossa newsletter

    Compartilhe:

    Share on facebook
    Share on twitter
    Share on linkedin

    Assine nossa newsletter

      Posts Relacionados.

      Comentários.