fbpx
Leia também

Responsabilidade Social

A responsabilidade social, quando aplicada a uma organização, independente de seu setor de atuação, torna-se ferramenta chave para alcançar a sustentabilidade. Afinal, os princípios fundamentais, como apoio e transparência, funcionam como grandes propulsores para garantir viabilidade e o sucesso de longo prazo. Além disso, responsabilidade social refere-se às práticas empresariais de adotar um comportamento ético e realizar ações visando beneficiar a sociedade em que a empresa atua.

Atualmente, as organizações possuem o ISO 26000, uma grande norma internacional para auxiliar na avaliação e liderança de suas responsabilidades sociais, visto ser um fator cada vez mais importante a ser considerado pelas empresas desde a virada do século.

Discutir a ética dentro das organizações é fundamental para acompanhar o bem-estar de todos os públicos. Pois, com certeza, você já deve ter ouvido: pessoas, não empresas, são as principais engajadas quando o assunto é responsabilidade social. Mas, e como aplicá-la em nível corporativo? A Starsoft te explica!

Responsabilidade Social | O que é?

Ser socialmente responsável mostra consciência social e habilidades de autogestão — ou seja, uma consciência de como nossas decisões afetam os outros. A responsabilidade social é então uma teoria ética na qual uma organização é responsável pelo cumprimento de seus deveres na escala civil, e as ações de seus colaboradores devem beneficiar toda a sociedade. Desta forma, deve haver um equilíbrio entre o crescimento econômico desta organização e o bem-estar da sociedade e do meio ambiente na qual ela se apresenta.

Se esse equilíbrio for mantido, a responsabilidade social estará cumprida!

Dessa forma, a responsabilidade social aplica-se tanto às capacidades individuais dos diretores quanto as de um grupo de colaboradores. Elas são incorporadas nas ações e decisões diárias, especialmente aqueles com grande efeito sobre as pessoas ou o ambiente. Assim, quando a responsabilidade social é aplicada dentro de um setor, ela deve se espalhar por meio de interações para todo o restante.

Explicando a pirâmide de Carroll

A pirâmide de Responsabilidade Social Corporativa é uma estrutura explicativa sobre como e, porque, as organizações devem assumir a sua responsabilidade social. Desenvolvida pelo professor Archie Carroll, ela destaca os quatro tipos mais importantes de responsabilidade das organizações:

Idealmente, as empresas devem olhar para essas quatro áreas principais e agir com ética em todas elas. Na verdade, mesmo como indivíduos, devemos estar cientes dessas áreas:

Responsabilidades Econômicas

As empresas precisam manter fortes interesses econômicos para que possam permanecer no mercado. Ser lucrativo e agregar valor faz parte de uma empresa socialmente responsável;

Responsabilidade Legal

A empresa deve cumprir a lei e ter a obrigação legal de fazê-lo corretamente. Por exemplo, as montadoras são obrigadas a atender a um determinado nível de padrões de emissões na produção de automóveis;

Responsabilidades Éticas

Agir com ética significa ir além dos requisitos legais e atender às expectativas da sociedade. Um exemplo conhecido baseia-se nos questionamentos acerca das políticas quando foi descoberta alta taxa de suícidio de trabalhadores, principais produtores dos telefones iPhone na fábrica chinesa Foxconn. Como resultado dessa onda de conscientização, a Foxconn aumentou o salário dos trabalhadores de 900 yuans (R$786,33) para 1800  yuans (R$1572,66), afetando diretamente no preço de seus gadgets.

Ou seja, em outras palavras, as expectativas éticas (e indignação) da sociedade podem incentivar as empresas a agir com ética.

Responsabilidades filantrópicas

Essa é a expectativa que as empresas devem retribuir à sociedade na forma de doações beneficentes de tempo, dinheiro e bens. Hoje, a filantropia é essencial para milhões de brasileiros que dependem dos atendimentos em saúde, assistência social, educação e bolsas de estudo, entre outros incontáveis benefícios destinados, sobretudo, às comunidades de baixa renda.

Meios de praticar responsabilidade social

Existem inúmeras possibilidades de implementar as práticas para ser uma empresa socialmente responsável.

Muitas organizações promovem ações voltadas para a ecologia e operações de sustentabilidade ambiental. Por exemplo, algumas empresas envolvidas na indústria de alimentos e bebidas orgulham-se do fato de utilizarem ingredientes cultivados organicamente em seus produtos. Outras empresas se concentram na redução de sua emissão de carbono (fontes de energia responsáveis pela produção de gases de efeito estufa), poluição da água ou o uso de materiais não recicláveis.

Mais ainda, existem empresas que optam por praticar a responsabilidade social simplesmente contribuindo para com os seus funcionários locais, fornecendo, por exemplo, aulas de ginástica laboral, bicicletário, acesso a programas e eventos culturais com mais facilidades entre outros.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Assine aqui nossa news: conteúdos do mundo do RH.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Assine nossa newsletter

    Posts Relacionados.

    Downsizing

    Em qualquer negócio, você tem vários custos diferentes reduzindo lentamente seus resultados financeiros. Custos diretos

    ver mais

    Comentários.