fbpx
Leia também

Software de controle de estoque: o que é, importância e como utilizar

O controle de estoque é fundamental para a perfeita armazenagem de matéria-prima, produtos semi-fabricados e para completar a cadeia de suprimentos. Por isso, é importante utilizar sistemas de automação para otimizar essa operação. 

Hoje no mercado, existem diversos softwares de controle de estoque. Digamos que eles têm um mesmo propósito, mas com métodos e funcionalidades distintas uns dos outros.  

Portanto, neste conteúdo você vai conhecer um pouco de como funciona um software de controle de estoque, qual sua importância e deixamos algumas sugestões de como utilizar o sistema no dia a dia da sua operação. Então, leia o texto na íntegra 😉  

O que é um software de controle de estoque?

Você pode entender o software de controle de estoque como uma solução que permite o rastreamento, gerenciamento e organização dos produtos da empresa, independentemente de finalizados ou não. 

Assim, também consegue controlar insumos e matérias-primas que estão ali em seu estoque, não somente os itens que estão com semi-fabricados ou prontos. E ainda contribui para o Planejamento e Controle de Produção (PCP). 

O mercado desenvolveu o software de gestão de estoque com intuito de automatizar tarefas, diminuir erros humanos e substituir a prática de controlar o armazenamento e organização por meios manuais, como em cadernos e planilhas. 

Então, os atuais sistemas de gestão proporcionam automatização de funções, como: 

  • Leitura de códigos de barras; 
  • Identificação por radiofrequência (RFID); 
  • Rastreamento de matéria-prima; 
  • Localização rápida de itens em seu armazém. 

Desse modo, os gestores de estoque conseguem se concentrar em analisar, encontrar e reduzir ineficiências na atual metodologia de organização.

Vantagens dos sistemas para gerir estoque 

Como citamos, hoje, existem diversos tipos de softwares de controle de estoque disponíveis no mercado. Por isso, podemos encontrar vantagens diferentes, além das convencionais. 

Falando então dos benefícios comuns, que gestores podem observar com mais rapidez são voltadas à performance e à capacidade de organização/controle. 

Em seguida, é possível analisar como o armazenamento ocorre de maneira mais moderada, ordenadas corretamente por meio da ferramenta e com maior controle das entradas e saídas. Além disso, há funções positivas no cotidiano, que são: 

  • Padronização dos métodos; 
  • Mapeamento dos processos; 
  • Emissão de relatórios de dados; 
  • Análise de KPIs; 
  • Estratégia e planejamento de ações. 

Ao todo, podemos perceber prontamente a facilidade e rapidez nos procedimentos, sobrando mais tempo para os profissionais se dedicarem a atividades estratégicas. 

Leia também: Gestão por indicadores de manufatura 

Tipos de controle de estoque 

Entre os métodos que são desempenhados para controlar a gestão de estoque, podemos destacar: 

Estoque sazonal: utilizado especialmente entre o varejo, com a finalidade de anteceder vendas pontuais; 

Consignado: comum em livrarias e editoras, pois é mantida por terceiros enquanto a empresa apenas mantém a “guarda” dos produtos; 

Estoque de ciclo: utilizado entre empresas com grande rotatividade de produtos, em que há ciclos de alta demanda; 

Mínimo: no aqui, as organizações mantêm um maior número de itens em estoque, também conhecido como “ponto de ressuprimento”; 

Estoque máximo: neste a empresa define um volume máximo para estocar seu produto. Desse modo, ao atingir esse máximo, suspende-se os pedidos de compra; 

Dropshipping: muito comum entre e-commerce, a empresa em que a compra é realizada não mantém o estoque, apenas cria uma ordem de compra, enviando direto ao fornecedor. 

Sugestão de leitura “Gestão de custo aplicada ao estoque: veja como fazer” 

Opções de software de controle de estoque

Assim como qualquer outro sistema de gestão empresarial, o software de controle de estoque funciona em alguns tipos de soluções. Veja as opções. 

Warehouse Management System (WMS) 

O Warehouse Management System (WMS), no Brasil conhecido como Sistema de Gestão de Armazém é uma solução que faz com que a equipe de estoque trabalhe com mais eficiência e agilidade. 

Yard Management System (YMS) 

O Sistema de Gestão de Pátio, traduzido para o português, pode ser entendido como uma tecnologia que unido ao sistema de gestão otimiza o controle logístico e a distribuição dos produtos, principalmente nas fases de carregamento e descarregamento nos centros de distribuição. 

Enterprise Resource Planning (ERP) 

O Sistema integrado de gestão empresarial, que é popularmente chamado de ERP é um software de controle de estoque, pois gerencia também o setor de armazém, em seu módulo de “Suprimentos”, que cobre a função de Controle de Estoque.  

Além disso por funciona em módulos conforme necessidade dos negócios e automatiza as tarefas com integração, consegue gerar comunicação entre setores e promover assertividade nas ações. 

StarSoft Application para controle de estoque 

Agora que você entendeu as funcionalidades de um software de controle de estoque e suas vantagens, chegou o momento de escolher um sistema para gerar essa organização. 

E, como citamos acima, o ERP é um dos sistemas mais utilizados para promover esse controle do armazenamento.  

Sendo assim, sugerimos o StarSoft Application, nosso software com módulos voltados ao controle de estoque, automatização de entradas e saídas, mapas de cotação e gestão de frotas. 

Para conhecer nosso ERP e automatizar as atividades do seu setor de estoque, entra em contato e fale com nossos especialistas, que vão te ajudar a mapear suas necessidades! 

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Assine aqui nossa news: conteúdos do mundo do RH.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Assine nossa newsletter

    Posts Relacionados.

    Comentários.