fbpx
Leia também

Tecnologia no agronegócio: o que será revolucionário em 2022?

As apostas mundiais indicam que as inovações voltadas ao setor agro serão disruptivas ao longo deste ano. Tais afirmações tem forte embasamento nos investimentos realizados em energia sustentável, sustentabilidade, segurança alimentar, agricultura e conservação da água. 

Então, para tratar desse tema tão atual e apresentar as 5 tecnologias que poderão ser revolucionarias ao longo dos próximos meses, desenvolvemos este artigo, e temos um convidado que é uma autoridade quando se fala em tecnologia no agronegócio, nosso parceiro Liberali, que ajudou na construção desse conteúdo! Aproveite o conhecimento direto do especialista!

 

Fibra ótica no monitoramento do ambiente 

Com a finalidade de evitar danos consideráveis no meio ambiente, mundo à fora, empresas têm utilizado a fibra ótica como um recurso que auxilia nesse monitoramento. 

Milhas de fibra ótica podem monitorar infraestruturas em grande escala e, com isso, transmitir dados com agilidade e maior segurança na informação, além de elevar de inovação na área sustentável das organizações. 

E como funciona? Essa tecnologia no agronegócio opera a partir de algoritmos de aprendizado de máquina, que detectam e classificam eventos. Desse modo, conseguem alertar locais em risco em momento exatos, agilizando a ação dos operadores. 

 

Nanotecnologia na agricultura 

Conforme esclarece a Embrapa – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, o objetivo da nanotecnologia direcionada ao segmento agrícola é aprimorar a intervenção humana nos processos. Com isso, controlar eventos, facilitar tomada de decisões e obter uma melhor rastreabilidade do que acontece. 

Além disso, a produtividade está bastante atrelada ao uso desse tipo de tecnologia no agronegócio, que pode ser aplicada através de dispositivos sensores, elevando a qualidade final. 

Assim, principalmente no Brasil, que é um país em desenvolvimento, a nanotecnologia na indústria de alimentos pode proporcionar impactos sem precedentes e benefícios significativos. 

Segundo cálculos das Nações Unidas, há um número estimado em cinco bilhões de pessoas nos próximos anos, que serão impactadas por essa inovação. 

 

Monitoramento inteligente e análise preditiva como tecnologia no agronegócio

O monitoramento e análise preditiva no agronegócio ocorre por meio de duas ferramentas essenciais: dispositivos sensoriais e big data! 

Os sensores são os dispositivos que monitoram as ações e, posteriormente, alimentam a big data com dados locais, possibilitando o monitoramento inteligente e resolução rápida dos problemas. 

Esses dispositivos são fundamentais, pois, para que a big data funcione e favoreça tecnologia no agronegócio, é necessária uma quantidade de dados internos para análise, comparação e avaliação. 

Mas, lembre-se, big data é o cerne da análise preditiva em junção ao monitoramento inteligente, porque concentra o que há de mais valioso no contexto: informação! 

 

Inteligência Artificial e pulverização de precisão em lavouras 

Sabia que em apenas nos EUA, agricultores tiveram perda anual de US$ 33 bilhões em suas produções por conta das ervas daninhas? Pois sim, esse é um dado real, segundo a empresa americana Greeneye. 

Por conta dessa fragilidade que a planta representa, agricultores tentam superar esse desafio por meio da pulverização de herbicidas numa grande quantidade, em todo o campo. 

Assim, a pulverização em grande escala se torna um agente de combate com auxílio da Inteligência Artificial (IA), proporcionando um método preciso e seletivo no controle de pragas agrícolas. 

Ainda conforme a empresa americana, essa tecnologia é uma grande aposta em 2022, pois permite que o sistema com IA tenha integração perfeita, detectando as pragas e pulverizando o componente com precisão em tempo real, reduzindo em até 90% o uso de herbicidas.

 

O que a Liberali diz sobre tecnologia no agronegócio

“A evolução do agro nos últimos anos é enorme, a tecnologia é um dos pilares que possibilitaram esse processo. Integrar máquinas e equipamentos com nossas plataformas é algo padrão, todos os clientes têm ou querem acesso a isso. Escolher a plataforma correta que possibilite esse tipo de comunicação para melhorar os processos e a gestão é essencial para todas as empresas do agro que desejam acompanhar esse momento. Blockchain já é uma realidade em nossas plataformas, aplicamos isso em processos úteis e reais, hoje a Liberali é uma opção natural na escolha do parceiro de tecnologia”, esclarece Toni Edgar – Diretor de Inovações da Liberali.

 

Blockchain na pecuária 

Em um cenário ideal, o rastreamento e histórico de todo processo até o consumo da carne bovina é uma inovação extremamente animadora. Voltando para a realidade, isso está mais próximo do que imaginávamos. 

Conforme pesquisas apontam, empresas brasileiras e mundiais já estão investindo no blockchain agregado à pecuária. A Embrapa já anunciou seu modelo bovino via Smart Contracts, assim como outras marcas nacionais. Fato é que o blockchain não está mais limitado ao mercado de criptomoeda ou de serviços digitais.  

Esse método parecido como uma “gaveta virtual inviolável” tem o objetivo acompanhar todo o processo, como: 

  • Evolução do peso; 
  • Alteração de dieta; 
  • Histórico dos animais 
  • Acontecimentos relevantes 
  • Conversão alimentar; 
  • Comercialização e logística. 

Ou seja, o intuito é realmente rastrear toda movimentação da cadeia produtiva até chegar ao consumidor, assegurando qualidade e confiabilidade. 

Entretanto, especialistas apontam para o desafio de encontrar profissionais capacitados mundialmente e retirar a metodologia do campo apenas do conceito e trazer para a prática. 

Além disso, atualização e garantia da confiabilidade do dado que chega até o blockchain também são outras preocupações, já que pode ocorrer fornecimento de falsas informações.  

Uma vez registrado no bloco, a informação passa a imutável, ou seja, ninguém pode alterar, mas é preciso ter vigilância se os dados estão corretos. 

Complemente está leitura com “Quais as prioridades de tecnologia para 2022, segundos CIOs?” 

 

Conheça o StarSoft Application, o ERP utilizado na Gestão de Suprimentos e Manufatura! Fale com nossos especialistas e saiba qual solução melhor se aplica a seu negócio. 

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Assine aqui nossa news: conteúdos do mundo do RH.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Assine nossa newsletter

    Posts Relacionados.

    Comentários.