Objetivos do Canal de Distribuição

Objetivos do Canal de Distribuição

Qual sua estratégia de distribuição dos produtos da sua empresa?

Nos dias de hoje, os consumidores apresentam-se cada vez mais exigentes. Muitas vezes, optam por pagar mais caro por um produto que chegue com agilidade em suas mãos, ao invés de esperar pela entrega tradicional.

Atender a essa exigência é uma das principais responsabilidades que a sua empresa pode enfrentar e, por conta disso, ficar antenado nos diferentes canais de distribuição demanda uma atenção especial pelo setor responsável dentro da sua empresa.

Objetivos do canal de Distribuição

O objetivo dos chamados Canais de Distribuição é garantir que o seu produto chegue ao consumidor final na quantidade certa e no momento ideal.

Em outras palavras, esses canais são os circuitos pelo qual determinado produto passa até chegar nas mãos dos seus clientes. Por ‘N’ motivos, esses caminhos traçados podem tomar diferentes rumos a partir do momento em que seu negócio toma forma. Esse processo é natural e requer um bom jogo de cintura para que os canais de distribuição corretos sejam abordados.

Dessa forma, esses meios de distribuição devem ser capazes de gerar e satisfazer a demanda para os produtos da organização, ou seja, são diretamente relacionados à logística

Além disso, eles são essenciais para que as mercadorias circulem os espaços em que estão seus consumidores, sendo fundamentais para que os produtos estejam disponíveis no momento desejado por eles. 

Principais Canais de Distribuição

Entre os principais tipos de canais de distribuição, três deles se destacam: 

  • Canal Direto
  • Canal Indireto
  • Canal Híbrido

A escolha do canal deve respeitar a estratégia traçada pelo time de marketing, pensando, acima de tudo, em qual o tipo de produto que está sendo fornecido e qual a relação entre tal mercadoria e o cliente

Um exemplo disso seria a vida útil de determinado produto, se ele exige um tempo de transporte menor ou maior, ou em condições especiais, como câmaras resfriadas – que é o caso de alimentos perecíveis. 

Quer conhecer melhor cada um deles? É só rolar a tela que a gente te explica tudo direitinho. 

Canal Direto

No Canal Direto, fica a cargo da empresa a distribuição pela entrega do produto. Sendo ela a única responsável, sem a necessidade de intermediários para a chegada no destino final. 

Por intermédio dele, a relação empresa – cliente fica mais próxima, sem haver pagamento de comissões e, consequentemente, possibilitando um baixo custo para o cliente final.

Um exemplo dessa implementação são as lojas virtuais de pequenos empreendedores – como artesãos e doceiros, já que esses e-commerces são responsáveis por todo o procedimento da venda de seus produtos. Desde o marketing às diferentes formas de pagamento e entrega.

Canal Indireto

Por sua vez, no canal indireto, a entrega é feita por intermediários, e não pelo fabricante. Eles podem ser atacadistas, varejistas e distribuidores, por exemplo. 

Consequentemente, os custos dos produtos passam a chegar em seus consumidores finais mais altos, afinal, o lucro dos distribuidores passa a ser somado ao valor total da mercadoria. Em contrapartida, o leque de clientes passa a ser mais amplo, atingindo mais pessoas e com volumes maiores. 

Canal Híbrido

Nesse segmento, a empresa também utiliza intermediários, porém, não deixa de assumir parte do controle da clientela.

Para exemplificar, podemos citar as empresas que divulgam determinados produtos e indicam os distribuidores para a efetivação da compra final de forma física. 

Principais Intermediários do Canal de Distribuição

Se você optar pela venda indireta, ou até mesmo pela híbrida, existem alguns dos principais e mais importantes intermediários que podem ser utilizados pela sua empresa. 

  1. Varejistas: Frequentemente utilizados pelas empresas, são as lojas, supermercados, restaurantes e bares, por exemplo, que obtêm o direito sobre a venda. Na maioria das vezes, os preços são mais caros nesse segmento aos olhos do consumidor final. 
  1. Atacadistas: Esses intermediários atuam na venda para os varejistas, O foco é em quem colocará o produto em suas próprias prateleiras, ou seja, tem como característica a venda em grandes quantidades.
  1. Equipe de vendas: Uma equipe interna engajada  em vender os produtos aos consumidores. 
  1. Distribuidores: Através do armazenamento dos seus produtos, garantem a venda e geram assistência técnica para varejistas e atacadistas. Sua atuação tem como foco regiões específicas. 

Canal de Distribuição na prática

Agora que você já sabe como funciona e quais os objetivos do Canal de Distribuição, você já pode escolher quais os tipos de distribuição mais adequados para o seu negócio.

Vale salientar que alguns princípios devem ser levados em consideração para a sua aplicabilidade de maneira funcional desse sistema, como, por exemplo, localização e presença do público alvo; avaliação da participação de mercado dos canais; estrutura de estoque e seus meios de transporte e demais equipamentos; e daí por diante.

Tendo isso em vista, é possível traçar quais as metodologias mais funcionais para seus canais de distribuição, localizando aquele que mais combina com o seu negócio. 

Para isso tudo, a StarSoft possui funcionalidades específicas da área, como a gestão avançada de Vendas, Compras, Expedição e Controle de Estoque para atender com eficiência as necessidades inerentes ao segmento de Distribuição.

Investimentos nas áreas de suprimentos, tecnologia da informação e processos de gestão são alvos das empresas de Distribuição para aumentar a receita e garantir diferencial competitivo. 

A StarSoft desenvolveu um completo pacote de soluções que garantem o controle total dos suprimentos e das vendas, além de ajudar a entender o comportamento do consumidor e agilizar vendas e liberações financeiras.

Ficou interessado?

Converse com a gente! Estamos prontos para abraçar o seu projeto. Clique aqui e preencha esse formulário que, posteriormente, estaremos entrando em contato com você.

Paste your AdWords Remarketing code here