fbpx
Leia também

Tudo o que você precisa saber sobre o Ransomware

A infinidade de dados geridos diariamente por pessoas e empresas é impressionante, não é mesmo?  

Pois bem, imagine isso ser invadido e atacado por um vírus cibernético, o famoso Ransomware que sequestra informações violando e ameaçando a exposição das informações para o mercado.  

Então, o artigo de hoje traz as principais características desta ameaça virtual e, claro, como você pode minimizar as chances de invasão na gestão corporativa e pessoal. 

Ransomware: Uma ameaça silenciosa

O Ransomware é um ataque cibernético, no qual um software ou código malicioso invade qualquer programa, sistema, servidores e máquinas ligadas à internet, de forma ilícita. Assim, ocorre muitas vezes por ações evitáveis no dia a dia, como:  

  • Ao abrir anexo de e-mails suspeitos; 
  • Por meio de links suspeitos no e-mail, mensagem, rede social ou qualquer outro site; 
  • Pen Drive o HD Externo infectados. 

Nem todas as empresas estão preparadas contra o Ransomware 

Conforme a pesquisa da Sophos feita no início de 2021, o aumento de ataques cibernéticos foi capaz de impactar diretamente nas habilidades de segurança de TI em todos os segmentos. 

Ainda na pesquisa, 53% das empresas entrevistadas garantem que os ataques cibernéticos são avançados demais para que os seus especialistas de TI possam impedi-los sozinho.  

Quais os métodos utilizados no Ransomware

Criptografia: Os cibercriminosos criptografam os arquivos sensíveis dos computadores. Desse modo, garante que o usuário não consiga acessar. 

Bloqueio: Neste método não se usa a criptografia, mas sim o bloqueio dos acessos dos dispositivos. Sendo assim impede a utilização dos usuários. 

Como o Ransomware age? 

O Ransomware joga “iscas” que na teoria são conhecidas como”phishing”, que estão dentro de e-mails e que, quando abertos pela vítima, contaminam a rede com o malware.  

A partir disso, o malware age como trava nos acessos dos usuários ao banco de dados hospedados nas redes infectadas.  

O Sequestro das informações 

Posteriormente, as informações são sequestradas e, aí, que vem o pior: os criminosos só fazem a liberação dos dados por meio de pagamentos exorbitantes. 

E, acredite, os criminosos exigem que sejam feitos por criptomoedas. Isso porque, com o pagamento neste formato, o rastreio dos autores dos crimes é quase que impossível.

Conheça alguns Ransomwares conhecidos pelo mundo

Existem dezenas de malwares que ameaçam a gestão corporativa, entretanto, citaremos três que conseguiram abalar o mundo. 

Petya 

O Petya tem um poderio enorme, isso porque não está só preparado para atingir arquivos, como também a criptografar o disco rígido das vítimas, mais precisamente tabela mestre de arquivo impossibilitando o acesso aos dados do disco. 

Locky 

O Locky é o inimigo silencioso, quase imperceptível capaz de não deixar rastros de infecção.  

Além de bloquear os acessos a arquivos ele tem uma particularidade: impedir a abertura da carteira de bitcoins da vítima, ou seja, ninguém encontrará os cibercriminosos. 

WannaCry 

O WannaCry está como um dos mais famosos problemas cibernéticos a nível global. Assim, os números comprovam o perigo, pois, mais de 125 mil organizações já sofreram com os apagões que o vírus gerou nos milhares de sistemas pelo mundo. 

Como se proteger em meio a tantos riscos? 

Primeiramente, é importante estar preparado para os ataques, visto que não há data, hora e lugar para acontecer.  

Lidar com um inimigo silencioso é complexo, mas deixamos aqui algumas dicas: 

Treine seus colaboradores 

Primeiramente, a prática começa dentro de casa. Por isso, é importante instruir os seus colaboradores a estarem atentos a ações duvidosas 

  • Tratar qualquer e-mail suspeito com cuidado; 
  • Verificar o nome do domínio que enviou o e-mail; 
  • Analisar a assinatura e legitimidade da solicitação; 
  • Verificar o nome dos domínios  

Segurança dos e-mails 

Criar uma prática com a sua equipe de TI, afim de implementar uma solução de filtros de e-mail, capaz de verificar anexos e informações que podem conter quaisquer atos duvidosos. 

Mantenha o antivírus em dia 

Na maioria das vezes, o uso antivírus está ligado a pacotes. Por isso, é importante estar atento às atualizações.  

Uma ótima opção para detectar e fortalecer a segurança contra os malwares são soluções que utilizam de inteligência artificial.  

Além disso, o armazenamento é leve, o que não impacta no desempenho dos computadores. 

E no Home office… 

Para as equipes remotas que estão fora do firewall corporativo, utilize o acesso baseado no VPN.  

Dessa maneira, você vai utilizar uma comunicação segura por meio da criptografia dos dados transmitidos. 

Invista na tecnologia em nuvem 

Do sistema ERP, ao armazenamento dos dados mais sensíveis de uma organização, a nuvem oferece uma gama de possibilidades, tais como: 

  • Serviços criptografados 
  • Proteção a todos os setores da empresa 
  • Informações controladas mediante a autorizações 
  • Backups frequentes 

Conclusão 

Como mencionado no início deste artigo, o Ransomware é uma ameaça invisível, ou seja, estes passos que sugerimos vão minimizar os riscos.  

Visto que a batalha digital não garante uma eficácia em 100%, é importante levar o conhecimento aos colaboradores, especialistas de TI e a todos os envolvidos da organização.   

Afinal, o conhecimento pode ser o grande escudo nesta guerra sem fim contra os cibercriminosos. 

 

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Assine aqui nossa news: conteúdos do mundo do RH.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Assine nossa newsletter

    Posts Relacionados.

    Comentários.